Na Clarins, como escolhemos os ingredientes dos nossos produtos?

Iris florentina

Desde sempre que, na Clarins, nos inspiramos na natureza para oferecer produtos de qualidade aos nossos consumidores e favorecemos a utilização de ingredientes de origem natural ou vegetal nos nossos produtos, privilegiando a segurança, a eficácia e a tolerância. Passamos a explicar.

1. Prioridade à segurança

É cumprindo rigorosamente os regulamentos internacionais ao nível da cosmética que selecionamos os ingredientes dos nossos produtos. Para cada ingrediente presente nas nossas fórmulas, avaliamos o seu impacto na saúde, no ambiente e na sociedade. Estes estudos orientam a nossa escolha de ingredientes para apenas ficarmos com os mais seguros, mas também os mais eficazes, e por vezes incitam-nos a proibir a utilização de outros. Além disso, os nossos peritos fitoquímicos, biólogos e toxicólogos mantêm-se permanentemente vigilantes ao aparecimento de qualquer novo estudo científico que possa por em causa a escolha dos nossos ingredientes.

2. Prioridade ao natural e ao vegetal

Uma fórmula cosmética inclui diversos ingredientes (ativos, excipientes ou agentes texturizantes, perfumes, conservantes...) que podem ser de origem natural, ou seja, provenientes de elementos naturalmente presentes na natureza como as plantas, ou sintéticos, ou seja, obtidos na sequência de uma transformação através de procedimentos tecnológicos. Graças à nossa experiência com as plantas, os nossos laboratórios privilegiam os ingredientes de origem natural ou vegetal. Contudo, independentemente da origem natural, vegetal ou sintética, todos os ingredientes das fórmulas Clarins são selecionados com base em avaliações rigorosas de segurança, tolerância e, evidentemente, eficácia. Assim, se um componente sintético for mais seguro, mais eficaz ou mesmo melhor tolerado, a Clarins privilegiará este componente em detrimento do equivalente de origem natural.

3. A concentração ideal para uma máxima eficácia

Os nossos produtos são concebidos para responder às necessidades dos nossos consumidores, assim como às suas expectativas em termos de eficácia. Para ser integrado nas nossas fórmulas, cada ativo é cuidadosamente estudado pelos nossos peritos biólogos que avaliam a sua eficácia. De seguida, cabe aos nossos peritos em formulação entrarem em ação, incorporando a concentração adequada do ativo para proporcionar uma máxima eficácia na pele. Finalmente, durante o seu desenvolvimento, todas as nossas fórmulas compostas por estes ativos são submetidas a mais de 250 controlos que verificam a sua eficácia e segurança. Dermatologistas avaliam e atestam a sua inocuidade validando a sua boa tolerância pela pele.

Perguntas sobre o mesmo tema

Como é garantida a segurança dos produtos Clarins?

Ingredientes escolhidos com atenção e fórmula única: A Clarins revela-lhe como é garantida a segurança dos seus cuidados e dos seus consumidores.

Silicones, parabens, sulfates… On vous dit tout.

A Clarins levanta o véu sobre a utilização de substâncias nocivas, silicones ou parabenos. Explicamos-lhe porque é que não são utilizados nos cuidados Clarins.

Quais os benefícios que os extratos de plantas conferem ao cuidado?

Com agentes ativos únicos, os extratos de plantas tornam únicos os produtos da Clarins. Descubra todos os benefícios das plantas dos cuidados Clarins.